| 

Governo

DURANTE ENCONTRO com o diretor do Sebrae prefeito anuncia o pagamento do 13º



“O Estado está tratando os pequenos municípios com muito descaso. O governo de Minas deve para Fronteira (MG), sem juros e correções, cerca de 1 milhão e 100 mil reais, só de ICMS.”

Da assessoria

O prefeito de Fronteira (MG), Marcelo Passuelo (PMDB), durante reunião com a diretoria regional do Sebrae de Minas, para discutir a implantação da Sala do Empreendedor no município, anunciou nesta manhã, que o pagamento do 13º salário de servidores, será liberado nesta quarta-feira, 20 de dezembro.

O prefeito aproveitou a ocasião para esclarecer a falta de responsabilidade do governo de Minas. “Infelizmente, o governador – Fernando Pimentel está tratando os pequenos municípios com muito descaso. O Estado já nos deve, sem juros e correções, quase R$ 1.100.000,00 (um milhão e cem mil reais), só de ICMS, que ele se apropriou indevidamente”, assegurou o prefeito.

Judiciário e Tribunal de Contas

Para o prefeito, a conduta do governo de Minas, que deixou de repassar na terça-feira, 19 de dezembro, para o município, cerca de R$ 800 mil, deve ser alvo de ação junto ao Poder Judiciário e do Tribunal de Contas do Estado. “Nós vamos acionar o governo de Minas, por conduta inconstitucional, caso continue nos lesando, em todas as instâncias jurídicas de nosso país e no Tribunal de Contas”, garantiu o prefeito, dizendo que irá mobilizar as prefeituras e câmaras da região, num grande protesto ao governo de Fernando Pimentel (PT).

“Eu não poderia deixar de pagar o 13º salário de nossos servidores, que também estão sentindo na pele essa crise, em virtude do descaso do nosso governador, uma vez que, o bem estar de nossos servidores está em primeiro lugar”, reconheceu o prefeito, Marcelo Passuelo.

Veja Também

Redes Sociais

Entre em contato


Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Fronteira-MG www.fronteira.mg.gov.br